Portugal – Bélgica

portugal_belgica.jpg

A Selecção Nacional garantiu uma preciosa vitória frente à Bélgica , vergando-os com 4-0 . Uma boa resposta a quem prometeu durante a semana “limpar” fora-da-lei os nossos craques . Apesar do saboroso triunfo , fica o reparo negativo para os assobios durante o hino da Bélgica . O povo belga , não devia ter pago a factura de um “triste” de nome Stijnen , que acabou por ser o palhaço da companhia com as tais afirmações .

Num jogo escaldante pelos motivos já referenciados , Portugal entrou no jogo a controlar desde logo a partida e com a Bélgica a ter como objectivo a defesa da sua baliza. Embora controlando a partida, Portugal só ia conseguindo construir jogadas de perigo ora através de Quaresma ora de Ronaldo.

Por seu lado, a Bélgica estava em campo nesta primeira parte com dois objectivos claros: defender e perder tempo. E a estratégia belga ia resultado, já que Portugal ia perdendo gradualmente velocidade no seu jogo e sem conseguir chegar ao golo.

Na segunda parte a selecção nacional regressou bem mais acutilante dos balneários, com Nuno Gomes a desperdiçar uma soberana oportunidade. Ricardo Quaresma continuava a ser o principal catalisador do jogo português. E aos 52 minutos Portugal desmonta a muralha belga com Nuno Gomes a apontar o primeiro golo da partida. A jogada começou numa recuperação de bola de João Moutinho, que desmarcou de imediato Cristiano Ronaldo, que devolve a bola ao médio que por sua vez assiste Nuno Gomes que teve só de empurrar.

Este golo deixou a selecção belga algo desorientada, e passados 2 minutos Portugal chegou ao segundo golo. Ricardo Quaresma efectua um centro milimétrico que sobrevoa a área contrária e Cristiano Ronaldo só teve mesmo de cabecear para confirmar o golo.

Logo a seguir ao segundo golo, a Bélgica conseguiu criar a sua única oportunidade de golo, com Sterchele com a baliza praticamente aberta a atirar ao lado da baliza de Ricardo.
Aos 68 minutos, o momento mágico da noite, Ricardo Quaresma recebeu a bola do lado direito do ataque da selecção, e dispara um remate de trivela que faz entrar a bola no ângulo da baliza belga. Foi o primeiro golo do extremo com a camisola da selecção principal.
A selecção portuguesa foi controlando o jogo, segurando muito bem a bola e com a Bélgica a limitar-se a observar e a tentar alguns contra-ataques mas que nunca chegaram a incomodar a defensiva portuguesa.

Foi com alguma naturalidade que Portugal chegou à goleada, com Cristiano Ronaldo depois de uma jogada individual a rematar de fora da área e a bater o polémico guarda-redes belga, fazendo o quarto golo português.

Scolari aproveitou então para fazer descansar alguns jogadores importantes com Quaresma, Petit e Ronaldo a darem o seu lugar a Nani, Fernando Meira e Hugo Viana respectivamente. Até ao apito final do árbitro grego Kyros Vassaras, os jogadores portugueses limitaram-se a ter posse de bola, mas sempre tentando chegar ao quinto golo. Os belgas estavam vergados, convencidos e depois de tantas ameaças e polémicas, mereceram a humilhação.

Esta vitória moralizadora pode ser um bom tónico para o difícil jogo que Portugal vai disputar na Sérvia e que pode revelar-se muito importante para as contas da qualificação para o Euro 2008.portugal_belgica.jpg

Clique aqui para ver o resumo do jogo.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s


%d bloggers like this: